O Instituto Aurora existe pela ação de várias pessoas e organizações, a partir de uma rede que acredita na nossa missão e se dedica a conhecer e participar de nossas ações. Por isso, hoje, dando continuidade a série de entrevistas com pessoas que constroem o Aurora, queremos te contar sobre Luciana Maira, nutricionista de formação e empresária que encontrou no mundo dos chás sua paixão e sua forma de ajudar as causas sociais.

Por Gabriela de Lucca, para o Instituto Aurora

Aquela que é como o nascer do sol” é como é descrito o blend Aurora, criado por Luciana Maira especialmente para o Instituto. O blend, composto por uma infusão de maçã, camomila, alecrim, menta, canela e calêndula, foi pensado justamente para harmonizar com os projetos do Instituto Aurora, especialmente no que diz respeito à igualdade de gênero. Essa frase também poderia, facilmente, descrever a própria Luciana.

De fato, a Chá Contigo, marca de Luciana Maira, além de ser totalmente pensada e desenvolvida por uma mulher, faz questão de homenagear outras mulheres através de seus blends. Com isso, Luciana, de uma forma criativa e deliciosa, leva conhecimento e empoderamento aos consumidores através de seus chás.

Sinais pelo caminho

Em 2013, Luciana, nutricionista de formação, trabalhava no Sesi e foi visitar uma amiga em São Paulo, despretensiosamente. Chegando lá, um costume chamou sua atenção: o chá da tarde. A amiga e o marido, nascido nos Estados Unidos, tinham o hábito de todo dia escolher um blend, dar uma pausa no home office e tomar o famoso chá da tarde. 

Acostumada com um cafezinho, Luciana estranhou, já que até o momento via o chá como pontual e terapêutico. Sua amiga a levou em uma casa de chás em São Paulo, pela qual Luciana ficou encantada. Voltando a Curitiba, começou a estudar mais sobre o universo dos chás e buscou por vários cursos, contudo só encontrava opções fora do país. 

Um ano depois, em 2014, Luciana viajou para Minas Gerais e, na volta, a cidade de São Bento do Sapucaí chamou sua atenção. Apesar das queimadas que estavam acontecendo por ali, achou o lugar lindo e manifestou seu interesse em voltar. Na época ela não sabia, mas em pouco tempo voltaria justamente ali para um curso com a renomada pesquisadora e especialista de chás Yuri Hayashi. 

Após o curso, Luciana imergiu no mundo dos chás e em 2016 começou a montar seus próprios blends. Sabendo disso, uma amiga, professora de música, pediu que ela fizesse uns blends para presentear os alunos no final de ano. Luciana, embora ainda não vendesse seus chás, viu nessa oportunidade a coragem para começar a divulgar seu produto.

Em 2017, Luciana expôs seus blends no projeto “Feito por elas” e iniciou oficialmente a Chá Contigo.

O encontro

Embora já tivesse conhecido Michele Bravos, co-fundadora e diretora-executiva do Instituto Aurora, no projeto “Feito por elas”, foi só mais tarde, em um bazar no Terra Café que Luciana reencontrou Michele e veio a conhecer melhor os projetos que envolviam o Instituto Aurora.

De fato, Luciana conta que sempre teve interesse de utilizar sua marca para apoiar uma causa social e, conversando com Michele, percebeu a semelhança de seus ideais com os ideais e projetos do próprio Instituto Aurora, em especial quanto ao apoio ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável nº 5, que diz respeito à igualdade de gênero. 

A partir dessa convergência de ideias surgiu o blend Aurora, cujo valor das vendas é totalmente revertido para o Instituto. 

Segundo Luciana, uma marca deve refletir os ideais de quem está por trás daquele produto, como uma forma de conexão com o público que conhece e compactua com as propostas ali dispostas. Logo, essa conexão entre a Chá Contigo e o Instituto Aurora evidencia aos consumidores quais as causas apoiadas pela marca e a preocupação de Luciana com a mudança no mundo.

Blend Aurora, da Chá Contigo

O futuro

Luciana com sua incrível história de persistência nos mostra que uma pessoa pode ajudar muito a mudar o mundo, através de seus talentos e conhecimento. Hoje, agradecemos Luciana Maira por ser madrinha do Instituto Aurora, e pelo seu blend incrível criado especialmente, com todo amor, para nos ajudar. 

A história de Luciana foi inspiradora para você? Quer contribuir para que a gente continue desenvolvendo projetos que transformam a vida das pessoas?

Se o nosso propósito e a nossa atuação também fazem sentido para você, seja uma madrinha ou um padrinho do Aurora e faça sua contribuição pelo link: bit.ly/somosaurora_2022.

Pontes ou muros: o que você têm construído?
Em um mundo de desconstrução, sejamos construtores. Essa ideia foi determinante para o surgimento do Instituto Aurora e por isso compartilhamos essa mensagem. Em uma mescla de história de vida e interação com o grupo, são apresentados os princípios da comunicação não-violenta e da possibilidade de sermos empáticos, culminando em um ato simbólico de uma construção coletiva.
Pontes ou muros: o que você têm construído?
Em um mundo de desconstrução, sejamos construtores. Essa ideia foi determinante para o surgimento do Instituto Aurora e por isso compartilhamos essa mensagem. Em uma mescla de história de vida e interação com o grupo, são apresentados os princípios da comunicação não-violenta e da possibilidade de sermos empáticos, culminando em um ato simbólico de uma construção coletiva.
Quem é você na Década da Ação?
Sabemos que precisamos agir no presente para viver em um mundo melhor amanhã. Mas, afinal, o que é esse mundo melhor? É possível construí-lo? Quem fará isso? De forma dinâmica e interativa, os participantes serão instigados a pensar em seu sistema de crenças e a vivenciarem o conceito de justiça social. Cada pessoa poderá reconhecer suas potencialidades e assumir a sua autorresponsabilidade.
Quem é você na Década da Ação?
Sabemos que precisamos agir no presente para viver em um mundo melhor amanhã. Mas, afinal, o que é esse mundo melhor? É possível construí-lo? Quem fará isso? De forma dinâmica e interativa, os participantes serão instigados a pensar em seu sistema de crenças e a vivenciarem o conceito de justiça social. Cada pessoa poderá reconhecer suas potencialidades e assumir a sua autorresponsabilidade.
A vitória é de quem?
Nessa palestra permeada pela visão de mundo delas, proporcionamos um espaço para dissipar o medo sobre palavras como: feminismo, empoderamento feminino e igualdade de gênero. Nosso objetivo é mostrar o quanto esses termos estão associados a grandes avanços que tivemos e ainda podemos ter - em um mundo em que todas as pessoas ganhem.
A vitória é de quem?
Nessa palestra permeada pela visão de mundo delas, proporcionamos um espaço para dissipar o medo sobre palavras como: feminismo, empoderamento feminino e igualdade de gênero. Nosso objetivo é mostrar o quanto esses termos estão associados a grandes avanços que tivemos e ainda podemos ter - em um mundo em que todas as pessoas ganhem.
Liberdade de pensamento: você tem?
As projeções para o século XXI apontam para o exponencial crescimento da inteligência artificial e da sua presença em nosso dia a dia. Você já se perguntou o que as máquinas têm aprendido sobre a humanidade e a vida em sociedade? E como isso volta para nós, impactando a forma como lemos o mundo? É tempo de discutir que tipo de dados têm servido de alimento para os robôs porque isso já tem influenciado o futuro que estamos construindo.
Liberdade de pensamento: você tem?
As projeções para o século XXI apontam para o exponencial crescimento da inteligência artificial e da sua presença em nosso dia a dia. Você já se perguntou o que as máquinas têm aprendido sobre a humanidade e a vida em sociedade? E como isso volta para nós, impactando a forma como lemos o mundo? É tempo de discutir que tipo de dados têm servido de alimento para os robôs porque isso já tem influenciado o futuro que estamos construindo.
Formações customizadas
Nossas formações abordam temas relacionados à compreensão de direitos humanos de forma interdisciplinar, aplicada ao dia a dia das pessoas - sejam elas de quaisquer áreas de atuação - e ajustadas às necessidades de quem opta por esse serviço.
Formações customizadas
Nossas formações abordam temas relacionados à compreensão de direitos humanos de forma interdisciplinar, aplicada ao dia a dia das pessoas - sejam elas de quaisquer áreas de atuação - e ajustadas às necessidades de quem opta por esse serviço.
Consultoria em promoção de diversidade
Temos percebido um movimento positivo de criação de comitês de diversidade nas instituições. Com a consultoria, podemos traçar juntos a criação desses espaços de diálogo e definir estratégias de como fortalecer uma cultura de garantia de direitos humanos.
Consultoria em promoção de diversidade
Temos percebido um movimento positivo de criação de comitês de diversidade nas instituições. Com a consultoria, podemos traçar juntos a criação desses espaços de diálogo e definir estratégias de como fortalecer uma cultura de garantia de direitos humanos.
Minha empresa quer doar
Minha empresa quer doar